Notícias

Newsletter do IIRC

Lançamento! Investidores internacionais demonstram apoio ao Relato Integrado como ferramenta para entender melhor o desempenho

Grandes investidores estão demonstrando o seu apoio ao Relato Integrado, em uma nova declaração divulgada durante a Conferência Presencial dos Princípios para o Investimento Responsável que está sendo realizada hoje em Berlim. Doze das maiores organizações internacionais de investimento - com aproximadamente US$ 2 trilhões em ativos sob gestão - foram anunciadas como signatárias da declaração que enfatiza o valor do Relato Integrado, assumindo o compromisso de considerá-lo em suas decisões relacionadas à alocação de capital.

Durante a sessão "Melhora dos Padrões do Relato Corporativo" da Conferência de Berlim, o CEO do IIRC, Richard Howitt, afirmou: "Isso é mais uma evidência explícita da demanda dos investidores por Relato Integrado, uma demonstração de que os investidores acreditam que o pensamento integrado em processos de gestão refletido nos relatos pode levar a empresas mais estáveis e sustentáveis em longo prazo".

Investidores progressistas de países com práticas líderes em relato corporativo confirmaram que seus processos de investimento precisam de informações sobre modelos de negócios, estratégia e recursos necessários.
A declaração, assinada por Aberdeen Standard Investments, achmea, Aegon Investment Management, cbus, Eumedion, Evenlode, Hermes Investment Management, Martin Currie, NN investment partners, PGGM, Triodos Bank e VicSuper está disponível no site do IIRC.

Caso você seja um investidor, gestor, corretor ou tenha qualquer tipo de envolvimento com investimentos, sugerimos que considere adicionar o seu nome à lista de signatários dessa declaração.

Nova abordagem para alinhar os negócios aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Uma nova abordagem que ajuda as empresas que buscam contribuir para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) como parte do seu processo de criação de valor foi publicada pelo IIRC (Conselho Internacional para o Relato Integrado) e pelo ICAS (associação profissional de contadores) em parceria com a Green Economy Coalition (Coalizão para Economia Verde).

O relatório, de autoria da Professora Carol Adams - Contadora Certificada da Escola de Negócios da Universidade de Durham, foi desenvolvido para ajudar organizações a maximizar sua contribuição para os ODSs e, ao mesmo tempo, diminuir o risco corporativo e aumentar as oportunidades geradas pelas questões de desenvolvimento sustentável.

Essa publicação relaciona os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU à Estrutura Internacional de e fornece orientações práticas às empresas que adotam o Relato Integrado sobre como elas podem abordar os ODSs em seus relatos.
A publicação é uma das várias atividades que estão sendo realizadas pelo IIRC para apoiar os ODSs por meio do Relato Integrado, incluindo um projeto conduzido pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) e o convite para participar da próxima etapa de um projeto conjunto do Pacto Global da ONU e da GRI com o objetivo de desenvolver métricas para o relato dos ODSs. O IIRC abordou os ODSs em seu próprio relatório integrado e está trabalhando com seus parceiros no Diálogo do Relato Corporativo para fazer um pronunciamento conjunto sobre a importância dos ODSs em nosso trabalho.

Richard Howitt, CEO do IIRC, afirmou: "Acredito que as empresas que se comprometerem com os ODSs estarão ajudando a garantir a estabilidade e o desenvolvimento sustentável do seu próprio negócio. A visão do IIRC está centrada no desenvolvimento sustentável e nós acreditamos que esse seja um bom momento para demonstrar como o pode ser utilizado por organizações cuja estratégia seja voltada ao alinhamento com os ODSs. Esperamos que esse relatório contribua para ajudar organizações a aplicar o pensamento integrado, considerando a criação de valor a partir do ponto de vista da estratégia e do modelo de negócios".

Anne Adrain, Diretora de Sustentabilidade e Segurança do ICAS, disse: "Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU representam o meio pelo qual as empresas, os governos e a sociedade civil podem alcançar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, beneficiando a todos. O ICAS reconhece a importância do papel que os contadores desempenham ao ajudar as organizações a mensurar e reportar suas conquistas e o progresso em relação a esse objetivo".

Russell Picot, Presidente do Conselho do Plano de Pensão do HSBC no Reino Unido, declarou: "Ao usar esse relatório, as empresas têm uma ferramenta para comunicar - em uma linguagem que os investidores entendam - como o seu compromisso com os ODSs está criando valor tanto para a sociedade quanto para as empresas. Encorajamos as empresas realmente comprometidas com o desenvolvimento sustentável a adotar esse processo passo a passo, colocando os ODSs no coração de sua estratégia e do modelo de negócios".

Oliver Greenfield, Representante da Coalizão para Economia Verde, comentou: "O futuro que queremos e os ODSs que o definem precisam das empresas. Também acreditamos que os ODSs precisam de capitais. Portanto, ajudar as empresas a refletir sobre os ODSs e os capitais pode ser transformador".

O CEO do IIRC estava em Tóquio quando as orientações do ministro japonês da Economia, Comércio e Indústria sobre a divulgação corporativa integrada consolidaram o movimento em direção ao Relato Integrado

O CEO e o Diretor de Estratégia do IIRC, Richard Howitt e Jonathan Labrey, estiveram no Japão esse mês para se reunirem com grandes parceiros e stakeholders da região. O Ministério da Economia, Comércio e Indústria adotou uma postura proativa para estimular a comunicação com investidores sobre o valor corporativo de longo prazo por meio da publicação de orientações sobre a divulgação corporativa integrada, que as empresas estão usando agora como parte de um movimento para melhorar suas práticas de Relato Integrado.

O Japão está na vanguarda do movimento global em direção ao Relato Integrado, que foi identificado como uma ferramenta para responder às questões estratégicas da economia e sociedade japonesas. Cerca de 300 empresas japonesas agora estão produzindo relatórios integrados.

Durante sua visita, Richard Howitt reuniu-se com o Instituto Japonês de Contadores Públicos Certificados e a Japan Exchange, parceiros importantes na região que desempenham um papel de liderança no desenvolvimento do pensamento e no apoio a empresas em sua jornada rumo ao Relato Integrado, e também com empresas, investidores, acadêmicos, empresas de contabilidade e o Ministro da Economia, Comércio e Indústria.

As conclusões da análise da implementação global do serão apresentadas na Convenção do IIRC que será realizada em 12 e 13 de outubro em Amsterdã

Os participantes da Convenção do IIRC em Amsterdã serão os primeiros a conhecer os resultados da análise internacional do IIRC da implementação da Estrutura Internacional do em todo o mundo. O IIRC está se comprometendo a simplificar, esclarecer e ampliar a adoção do Relato Integrado em todo o mundo com base nas conclusões dessa análise.

As conclusões do exercício global de feedback com duração de três meses realizado este ano serão apresentadas em Amsterdã, onde discutiremos as experiências das entidades que estão liderando a adoção do Relato Integrado e falaremos sobre as orientações que desenvolveremos nos próximos anos.

A Convenção está sendo planejada para ajudar as organizações a desenvolver sua estratégia, focar em longo prazo e maximizar a criação de valor. Mais de 300 representantes de organizações internacionais líderes devem marcar presença.
O IIRC está oferecendo aos leitores do newsletter do IIRC uma taxa especial de £699,00 - um desconto de £400,00. Use o código IIRCMEMBER hoje - recomendamos que faça sua inscrição com antecedência, pois há um número limitado de vagas com esse valor especial.

Os principais palestrantes anunciados recentemente incluem Upendra Kumar Sinha, Ex-presidente da Comissão de Valores Mobiliários da Índia; Lady Lynn de Rothschild, da Coalizão para o Capitalismo Inclusivo; Tjeerd Krumpelman, Diretor de Consultoria de Negócios do ABN AMRO; e Giorgio Saavedra, Diretor Financeiro Sênior do Banco Mundial.

Os participantes da Rede de têm direito a uma vaga grátis. Por favor, entre em contato com vicky.mcardle@theiirc.org para confirmar sua presença.

Aumento de 55% no número de companhias listadas que adotam o Relato Integrado na Holanda em 2017

Em sua avaliação da temporada de Assembleias Gerais Ordinárias de 2017, a Eumedion, que representa os interesses dos investidores institucionais relacionados à governança corporativa na Holanda, identificou um aumento de mais de 55% no número de relatórios integrados publicados por companhias listadas - atualmente, 28 companhias listadas adotam o Relato Integrado.

Como parte das suas conclusões, a Eumedion afirma: "O diálogo que a Eumedion travou com as companhias listadas revelou que esse número continuará crescendo nos próximos anos. Várias companhias listadas ainda estão trabalhando no processo de pensamento integrado e na incorporação de riscos e oportunidades relacionados à sustentabilidade na estratégia e modelo de negócios da companhia".

A Eumedion também acredita que outras companhias serão incentivadas a adotar o Relato Integrado pelo Código Holandês de Governança Corporativa, que foi revisado em dezembro de 2016. O código enfatiza a criação de valor de longo prazo e está alinhado aos princípios do Relato Integrado.

A Eumedion reconhece que a qualidade dos relatórios integrados holandeses varia e destaca a Randstad Holding e a KPN como exemplos de melhores práticas no país.

O interesse crescente no Relato Integrado em toda a Europa é acompanhado pelo reconhecimento do Relato Integrado como "a iniciativa mais promissora em vigor para melhorar a interconectividade entre o relato das informações financeiras e não financeiras" pela organização sem fins lucrativos Accountancy Europe no seu relatório Cogito Report, em que se comprometeu a trabalhar com o IIRC para buscar o Relato Integrado.

Treinamento

O treinamento de desenvolve as habilidades das pessoas e capacita as organizações para implementar o Relato Integrado.

O treinamento está agora sendo oferecido em todo o mundo pelos nossos Parceiros da Fundação de - saiba mais sobre as próximas sessões.

O IIRC recebe com satisfação o maior foco em criação de valor nas Orientações do Conselho Britânico de Relato Financeiro sobre o Relatório Estratégico

O Conselho Internacional para o Relato Integrado recebe com satisfação as orientações atualizadas sobre o Relatório Estratégico publicadas pelo Conselho Britânico de Relato Financeiro (FRC), com potencial para efetuar uma mudança significativa na qualidade do relato corporativo.

As orientações atualizadas fortalecem o alinhamento entre o Relatório Estratégico e o Relato Integrado de várias formas importantes, especialmente com a recomendação de que informações não financeiras devem ser integradas ao longo do Relatório Estratégico. O compromisso com a integração fornece um direcionamento mais claro para empresas que desejam adoptar a Estrutura Internacional de e atender às exigências estatutárias.

O IIRC também considerou positivo o foco em melhorar a qualidade das divulgações relacionadas à Seção 172 para garantir que o impacto de longo prazo das decisões das companhias seja bem compreendido pelos acionistas e outros stakeholders.
Desde a divulgação da Estrutura Internacional de , em dezembro de 2013, e das orientações originais do FRC, em junho de 2014, um número significativo de companhias listadas no índice FTSE do Reino Unido começaram a adotar o Relato Integrado, incluindo a United Utilities, a Unilever, a Diageo, o HSBC e a Marks & Spencer.

Ao comentar a divulgação das alterações, Richard Howitt, CEO do IIRC, afirmou:
"Essas orientações representam o sinal mais claro até o momento de que uma empresa pode usar a Estrutura Internacional de para elaborar seu Relatório Estratégico, pois as orientações atualizadas tornam essas abordagens de relato mais complementares. Esse maior alinhamento cria oportunidades para uma mudança significativa na qualidade do relato corporativo. A principal mudança introduzida pela orientações atuais é que não só os princípios são consistentes, mas agora também a linguagem da criação de valor de longo prazo está se tornando parte da prática de relato corporativo no Reino Unido.

"Sabemos que os investidores cada vez mais avaliam a qualidade do relato corporativo como um sinal da qualidade da gestão e os dados mostram que as empresa que adotam o Relato Integrado beneficiam-se de custos de capital mais baixos e melhor desempenho. As empresas britânicas hoje têm a chance de tentar alcançar o padrão ouro ao usar a Estrutura Internacional de para atingir Relatórios Estratégicos de excelente qualidade.

"O Reino Unido está fornecendo um modelo para a adoção do Relato Integrado e eu gostaria de encorajar todas as companhias listadas a usar a Estrutura Internacional de juntamente com as orientações do FRC para melhorar a qualidade do seu relato corporativo".

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Novos exemplos de melhores práticas destacados no Banco de Dados de Exemplos de :

Marui Group

Swedish Export Credit Corporation

UniCredit

Itaú Unibanco

Kiwi Rail

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Mahindra and Mahindra divulga um relatório integrado para "comunicar de forma abrangente como a Mahindra consegue criar valor de longo prazo no complexo e desafiador mundo contemporâneo".

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Blog novo:

Reporting on broader value creation: what good is beginning to look like (Relato sobre a criação mais ampla de valor: o que estamos começando a considerar bom)

Sallie Pilot, Diretora de Insight e Engajamento da Black Sun

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Novas publicações:

Integrated thinking: Aligning purpose and the business model to market opportunities and sustainable performance (Pensamento integrado: alinhamento do propósito e do modelo de negócios com as oportunidades do mercado e o desempenho sustentável)

Programa Global de Pesquisa Acadêmica da CIMA

Leveraging the COSO Internal Control - Integrated Framework to improve confidence in sustainability performance data (Alavancando os Controles Internos do COSO - Estrutura integrada para melhorar a confiança nos dados de desempenho de sustentabilidade)

Robert Herz, Brad Monterio e Jeffrey Thomson

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------