Notícias

Newsletter do IIRC

IIRC divulga o Relatório Integrado de 2016 com novas evidências contundentes de progresso global

Divulgamos nosso Relatório Integrado de 2016, que demonstra o progresso significativo feito ao redor do mundo no sentido de transformar o Relato Integrado na norma global para relatos corporativos.

O relatório descreve como estamos continuando a criar valor e a nossa estratégia para o curto, médio e longo prazo.

Para lançar o relatório, Richard Howitt, CEO do IIRC, participou de uma sessão de perguntas e respostas com uma hora de duração no Twitter, respondendo a perguntas de stakeholders de mais de 15 países.

O IIRC participa do braço corporativo do G20 há muitos anos, com Richard Howitt, CEO do IIRC, como membro da Força Tarefa para Energia, Clima e Eficiência de Recursos do B20 durante a Presidência alemã em 2017. Howitt usou sua posição para advogar pela ratificação pelo G20 da implementação das recomendações da Força Tarefa do Conselho de Estabilidade Financeira (FSB) sobre Divulgações Financeiras Relacionadas com o Clima, algo que refletiu na chamada final à ação para os formuladores de políticas.

Veja #askIIRC2017 para ver algumas das perguntas e suas respectivas respostas!

O novo relatório integrado demonstra a participação progressiva nas redes internacionais de , a influência e o alcance crescentes do Conselho do IIRC, e o papel cada vez mais amplo que o IIRC desempenha na promoção do alinhamento do sistema de relato por meio do Diálogo do Relato Corporativo.

Internacionalmente, as Redes de constituem uma ferramenta importante de incentivo à inovação e estímulo do interesse sobre o Relato Integrado. Vale mencionar que 2.000 pessoas participavam de alguma rede de 2016. Ao longo do ano, o IIRC quase dobrou o número de exemplos de melhores práticas emergentes disponíveis para empresas que estejam considerando adotar o Relato Integrado, e hoje o Banco de Dados de Exemplos de conta com mais de 400 exemplos.
O relatório também mostra como o IIRC ajudou a conscientizar e capacitar as organizações a implementar o Relato Integrado por meio do lançamento de um Programa Global de Treinamento de , atualmente oferecido por vários parceiros de treinamento do IIRC em todo o mundo. O relatório integrado do IIRC demonstra a jornada de aprendizado da organização na busca de alinhamento com a Estrutura de . Em uma época em que a maioria das organizações divulga vastas quantidades de informações complexas, o relatório é propositadamente conciso, com links para sites onde o leitor pode obter mais informações, caso deseje mais detalhes.

O IIRC concentrou-se em elaborar um relatório fácil de entender, com linguagem e layout simples. O relatório foi muito influenciado pelo Conselho do IIRC e cada um dos conselheiros reconhece sua responsabilidade coletiva pela integridade do relatório.

O IIRC também gostaria de agradecer à Kirchhoff Consult, responsável pelo design do relatório.

Convenção do IIRC em outubro de 2017 na Holanda - Inscrições abertas

O IIRC anunciou que sua convenção oficial de 2017 será realizada nos dias 12 e 13 de outubro na Holanda. O evento terá como foco a geração de valor para organizações prontas para o futuro e reunirá nossos stakeholders de todo o mundo, incluindo organizações líderes em Redes de e participantes do nosso Conselho global.

Estamos oferecendo à família do IIRC uma taxa de inscrição especial no valor de £699 - um desconto de £400 em relação ao valor integral. Clique aqui agora para reservar sua vaga com essa taxa especial usando o código VIP IIRCMEMBER. Sugerimos que faça sua inscrição com antecedência, pois há um número limitado de vagas nesse valor especial. Os participantes das Redes de têm direito a uma vaga e devem confirmar sua presença pelo e-mail vicky.mcardle@theiirc.org.

Os participantes terão a oportunidade de ouvir ideias inovadoras sobre vários assuntos:

  • Como as decisões dos investidores podem se manter alinhadas à criação de valor de longo prazo para a companhia.
  • Com navegar o ambiente de relato corporativo.
  • Práticas líderes e oportunidades e desafios importantes para o Relato Integrado de alta qualidade.
  • Influência do pensamento integrado na estratégia.
  • Tecnologia para ideias de gestão e relato progressivo.

Para mais informações e reservas, acesse o site da Convenção do . Divulgaremos detalhes sobre os principais palestrantes e sessões nos próximos dias - esperamos vê-lo em Amsterdã!

Caso tenha alguma dúvida, por favor, entre em contato com nosso serviço de atendimento ao cliente pelo e-mail financeteam@knect365.com ou pelo telefone +442070177790.

Grupo de Especialistas de Alto Nível em Finanças Sustentáveis da UE: as informações financeiras e de sustentabilidade devem convergir

O Conselho Internacional para o Relato Integrado (IIRC) concorda com a importância dada pelo Grupo de Especialistas de Alto Nível em Finanças Sustentáveis da União Europeia no seu relatório intercalar. O Grupo, composto de líderes altamente respeitados do mundo dos negócios de toda a Europa, cita especificamente o Relato Integrado como essencial para a "ambição suprema" de convergência para o crescimento com baixo carbono.

Richard Howitt, CEO do IIRC, comentou: "O Grupo de Especialistas de Alto Nível percebeu que um desafio dessa escala não pode ser enfrentado somente com veículos de investimento verde, mas, sim, com a integração das oportunidades e dos custos relacionados à mudança climática para investidores convencionais. Os resultados representam um reconhecimento importante do papel que o Relato Integrado pode desempenhar para ajudar a reformar o sistema dos mercados de capitais na UE rumo ao crescimento sustentável.

"Embora o reconhecimento do trabalho do IIRC na integração de informações financeiras e não financeiras seja algo positivo, reconhecemos que esse é apenas um relatório intercalar e aceitamos nossa responsabilidade de trabalhar com parceiros em toda a Europa para fazer a transição para o pensamento integrado e de longo prazo.

O conceito de Relato Integrado é baseado na premissa de que estabilidade financeira e desenvolvimento sustentável caminham lado a lado, e o Grupo de Alto Nível da União Europeia sinalizou um passo decisivo nessa direção por parte da própria União Europeia".

No seu relatório, o grupo afirma: "As empresas normalmente reportam seu desempenho financeiro trimestralmente, o que exige atenção contínua aos indicadores de curto prazo, possivelmente em detrimento de um foco mais a longo prazo. Quando isso acontece, representa um obstáculo claro à promoção de investimentos sustentáveis de longo prazo. Ao mesmo tempo, a demanda dos investidores por informações para a fiscalização e orientação da alocação de recursos escassos é legítima. Nesse sentido, o estabelecimento de um Conselho Internacional para o Relato Integrado constitui outro desdobramento importante..."

Um dos resultados mais importantes apresentados pelo Grupo é a necessidade de priorizar a integração de fatores ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) no processo de tomada de decisões financeiras. O Grupo reconhece a demanda dos investidores por informações que vão além do aspecto puramente financeiro ao afirmar: "A mudança climática e os riscos relacionados tornaram-se uma questão crucial no processo de tomada de decisões dos fiduciários", reafirmando a crença do IIRC na importância de comunicar uma história holística de criação de valor.

O Grupo concluiu que: "A ambição suprema deve ser a convergência de informações financeiras e de sustentabilidade" e complementa: "O relato integrado apoia essa convergência de forma qualitativa por meio de relatos que associam os fatores de sustentabilidade à estratégia das empresas".

O IIRC considera positiva a recomendação do Grupo de Especialistas de Alto Nível ao Grupo Europeu de Consultoria em Relato Financeiro (EFRAG) para "pedir formalmente ao IIRC que analise como os fatores de sustentabilidade podem ser refletidos nas normas contábeis específicas, assim como nas normas de relato financeiro".

O Relato Integrado ganha força na França e os Conselhos de Administração são encorajados a adotá-lo agora

O Institut Français des Administrateurs (Instituto Francês de Administradores - IFA) publicou um relatório incentivando os Conselhos de Administração a produzir relatórios integrados. O relatório conclui: "Uma das principais funções do Conselho de Administração é definir a estratégia de criação de valor para os acionistas da companhia. Para o IFA, o pensamento e o relato integrados são elementos inerentes a essa função".

O IFA está reunindo um grupo de trabalho para identificar as vantagens, analisar experimentos atuais e fazer recomendações aos seus membros sobre o envolvimento dos conselheiros e dos Conselhos de Administração no Relato Integrado.

Na França, 20 das 40 maiores companhias listadas na bolsa estão produzindo relatórios integrados e as outras devem seguir seu exemplo nos próximos três anos. O órgão regulador do mercado financeiro francês reconheceu a natureza inovadora da apresentação integrada do desempenho de uma companhia e da sua estratégia de criação de valor, afirmando que essa abordagem deve ser "encorajada e apoiada".

Richard Howitt, CEO do IIRC, recentemente fez uma apresentação para a Rede Global de Institutos de Administradores na Rússia, que demonstra interesse crescente pelo encorajamento da adoção do Relato Integrado por vários órgãos de administração em nível nacional.

Treinamento

O treinamento de desenvolve as habilidades das pessoas e capacita as organizações para implementar o Relato Integrado.

O treinamento está agora sendo oferecido em todo o mundo pelos nossos Parceiros da Fundação de - saiba mais sobre as próximas sessões.

Integração e alinhamento são essenciais para implementar a Força-Tarefa do Conselho de Estabilidade Financeira (FSB) para recomendações sobre Divulgações Financeiras relacionadas ao Clima

O IIRC apoiou a divulgação das recomendações da Força Tarefa do Conselho de Estabilidade Financeira sobre Divulgações Financeiras relacionadas ao Clima (TCFD), que defende os princípios-chave do Relato Integrado: que as empresas devem adotar uma abordagem integrada para sua gestão de risco e que a mudança climática não se limita a uma questão ambiental, mas representa um desafio financeiro para empresas e para a estabilidade da economia global.

Ao comentar a publicação dessas recomendações, Richard Howitt, CEO do IIRC, disse: "O fato de companhias importantes que já adotam o Relato Integrado, como Unilever, HSBC, ING Group, BNP Paribas, Aegon, ENGIE Group e Tata Steel, fazerem parte do grupo que está se comprometendo a implementar as recomendações da força-tarefa transmite uma mensagem muito poderosa a empresas de todo o mundo.

O IIRC compartilha a visão da força-tarefa de que isso não está relacionado somente a mudanças nas empresas, mas a uma transformação de todo o sistema do mercado de capitais e, como organizadores do Diálogo Global do Relato Corporativo, estamos orgulhosos pelo fato de importantes estruturas financeiras e não financeiras de relato terem assumido um compromisso conjunto de integrar as recomendações força-tarefa ao nosso trabalho de forma a atingir um sistema de relato mais coerente e alinhado.

Aplaudimos Mark Carney e Michael Bloomberg pelo seu trabalho no sentido de chamar a atenção das empresas e investidores de todo o mundo para esse assunto e pela abordagem colaborativa e inclusiva adotada durante o desenvolvimento das recomendações, inclusive com o envolvimento direto do Diálogo do Relato Corporativo.

Recomendo que as empresas considerem a integração das informações em seus relatos, abrangendo todos os recursos e relacionamentos que usam e afetam, incluindo o capital humano, social e de relacionamento. As pessoas são as maiores vítimas da mudança climática e as companhias devem entender o inter-relacionamento de todos os desafios globais que enfrentamos e responder de forma integrada.

Nós nos comprometemos a fazer tudo para apoiar a implementação imediata das recomendações da TCFD que possibilitam a integração total do risco climático ao processo de tomada de decisão convencional das empresas e investidores, aumentando a resiliência e diminuindo o risco".

Envolva-se com novos grupos de interesse especiais

O IIRC lançou novos grupos de interesses especiais como parte da Rede de agora convida novas empresas a participar da rede e aproveitar essas novas oportunidades para explorar e inovar em áreas importantes do Relato Integrado.

O primeiro grupo novo a ser lançado tem como foco a criação de valor por instituições financeiras. O Instituto Thinking Ahead da Willis Towers Watson é nosso parceiro de pesquisa nesse grupo e a Mazars é responsável por facilitar as atividades.

O grupo presidido por Mikkel Larsen (DBS Bank), Massimo Romano (Generali) e Neil Smith (Aegon) reúne organizações que desempenham um papel importante no desenvolvimento do Relato Integrado há muitos anos, incluindo grandes nomes das redes de bancos, seguros e fundos de pensão. Ele ampliará a inovação que essas organizações criaram em seus setores nos últimos anos.

O grupo discutirá a finalidade da indústria de serviços financeiros, como ela deve criar valor líquido, para quem ela cria valor e como pode construir confiança.

O segundo grupo de interesse especial tem como foco a estratégia e o pensamento integrado. É presidido por Tim Haywood (Diretor Financeiro da Interserve) e reúne organizações focadas no lado interno do Relato Integrado e nos benefícios organizacionais que ele pode trazer.

Caso tenha interesse em participar de algum desses grupos de interesses especiais ou de outras atividades da Rede de , por favor entre em contato com a Diretora de Mercados do IIRC, Sarah Grey, pelo e-mail businessnetwork@theiirc.org para mais informações.

IFAC: "O pensamento e o relato integrados ajudam pequenas e médias empresas a criar valor"

Em parceria com o IIRC, a Federação Internacional de Contadores (IFAC, na sigla em inglês) divulgou um relatório chamado Criação de Valor para PMEs por meio do Pensamento Integrado: os Benefícios do Relato Integrado. O relatório conclui que pensar além dos elementos financeiros da organização, incluindo outras áreas importantes para a criação de valor, pode ajudar pequenas e médias empresas (PMEs) a compreender melhor seu negócio e inspirar ideias relevantes para o futuro.

A IFAC enfatiza que hoje é crucial que as organizações pensem de forma ampla sobre o desempenho e a estratégia e melhorem sua comunicação com acionistas, investidores, clientes e fornecedores sobre o que cria valor para a organização.

Sylvia Tsen, Diretora Executiva da IFAC, comentou: "Como motores do desenvolvimento econômico, as PMEs têm uma importância crítica para a economia mundial. Elas têm um valor significativo que vai além do financeiro, revelado pelo pensamento e relato integrados. Uma abordagem integrada pode ajudar PMEs, incluindo entidades sem fins lucrativos, a aumentar seu impacto porque encoraja uma visão inclusiva das operações, riscos, oportunidades e perspectivas para o futuro".

Richard Howitt, CEO do IIRC, acrescentou: "O Relato Integrado está bem encaminhado para se tornar a norma global, por isso precisa funcionar para todas as empresas, sejam elas grandes ou pequenas. Estou muito feliz com a forma como essa nova publicação mostra os benefícios consideráveis para organizações menores. A estrutura baseada em princípios do IIRC é intencionalmente flexível de forma a permitir sua aplicação às circunstâncias específicas das PMEs.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A ACCA descreve oito benefícios rápidos da adoção do Relato Integrado

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Far EasTone entrou na Rede de Negócios de e afirmou:

"Estamos honrados em entrar na Rede de Negócios de e ser o primeiro membro corporativo em Taiwan. Sentimos a necessidade de nos conectar às melhores práticas globais e organizações líderes e aprender com elas com o objetivo de promover o pensamento e o relato integrados".

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Novas melhores práticas emergentes destacadas no Banco de Dados de Exemplos de :

Marks & Spencer; Generali; AXA; FarEasTone; Unipol; Vodacom e FMO!

E KiwiRail acrescentou seu prêmio pelo Relato Financeiro & Comunicação com Stakeholders aos relatórios reconhecidos.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

"[O Relato Integrado] tem como objetivo melhorar a prestação de contas, gestão e confiança, assim como os fluxos de informação e transparência exigidos pela tecnologia, proporcionando aos investidores informações críticas para a tomada de decisões mais eficazes sobre a alocação de capital, que facilitarão maiores retornos a longo prazo dos investimentos."

Orientação da Bolsa de Valores de Santiago para Emissores

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------